Pages

sábado, 13 de junho de 2009

Síndrome de Garfield!

Se eu fosse o que como, seria uma bola imensa de gorda, com todas as minhas artérias entupidas e todas as minhas taxas explodindo. Gosto de tudo que é um veneno para a saúde e, como se não bastasse, ainda junto a isso o sedentarismo que triplica a minha chance de não chegar nem aos 25 anos se continuar nesse ritmo. Eu bem tento contrabalançar tamanha comilança de porcarias com coisas mais saudáveis. Adoro ter um prato coloridinho e sempre aposto no verde do alface, no laranja da cenoura e no amarelo da batata. Para completar, um belo franguinho grelhado. Já as frutas são quase a mula-sem-cabeça nas minhas refeições, só folclore. Das centenas a disposição, só gosto de melancia. Fato é que eu não acredito que somos o que comemos, mas, sim, o que pensamos. Pode notar, todas as pessoas magras da humanidade são aquelas que comem sem culpa, que não ligam para os micro números de calorias que os pacotes apresentam. As mais cheinhas, geralmente, são as neuradas por comida, que comem para superar os problemas e descontam nas guloseimas as tristezas, alegrias ou qualquer outra emoção que estejam sentido. E é por isso que eu continuo assim, quase um Garfield: uma gata gulosa, preguiçosa e muito feliz!

*Pauta para o TDB: Você é o que você come??

6 comentários:

Giovana disse...

Eu concordo, eu já fui mais neurótica com comida e acredite eu estava acima do peso na época. Hoje já nem ligo mais e olha que emagreci. Vai entender...

bjs

Tamires Jardim disse...

Li sua pauta no TDB e vim aqui visitar.A puata q voce escreveu achei ótimo.Se eu fosse tudo que comia seria examente como no post,ainda bem que tudo que eu como não engorda rs.Quado der me faça uma visita estarei esperando =D

Soraia Alves disse...

Como alguém que já teve anorexia e sabe muito bem o que é viver um inferno por causa de comida, eu apoio cada palavra sua!

;)

ps: adorei o blog

beijooo

may disse...

Sério, não deixo de comer um pedaço super recheado de pizza só porque ele vai me engordar 500 calorias. Eu adoro comer, é uma das coisas que eu mais gosto. E sim, eu tambem sou preguiçosa!! Mas eu sei que eu preciso comer menos, porque se não, além de ficar um pouco cheinha, vou acabar com a minha saúde :x

Beatriz disse...

Adorei o post e concordo contigo, somos o que pensamos e agimos, não o que comemos.

Beijos,

Bia

Melissa Muniz disse...

Oi Tayane. Eu te conheci através da revista CAPRICHO de maio.
Esse texto explica claramente o que é ser gordo ou magro.
Isso vai ajudar e muito nos meus hábitos alimentares. Parabéns.
Visita o meu blog.
http://www.melissinhamuniz.blogspot.com