Pages

segunda-feira, 22 de junho de 2009

De repente vira amizade

Amizade é uma coisa engraçada. Ela não escolhe hora ou lugar para acontecer. Não nascemos com uma plaquinha luminosa anunciando de quem seremos amigos durante a nossa vida. Podemos nos tornar amigos de qualquer outro ser humano (ou não tão humano assim!) em qualquer parte deste planeta e não há uma razão pra isso, não há um manual de que seu amigo tem que ser x ou y e, muito menos, de aonde você vai encontrá-lo. É por esse motivo que eu achei ótima e muito criativa a ídeia de um grupo de amigos que fundou o "Amigos de Aluguel". Método super simples, naqueles dias que você está sozinho, sem ninguém pra conversar ou te acompanhar em algum programa, é só mandar um e-mail, fazer contato e pronto você ganhou o seu mais novo amigo de aluguel! Tudo bem, você estará pagando por isso (entre 150 e 200 reais), mas pense os momentos de diversão que ele poderá te proporcionar, não há dinheiro que pague.
Em uma época onde os "amigos de verdade" moram em uma tela de computador; onde a mesma tecnologia que aproxima é aquela que cava buracos enormes entre as pessoas; onde a gente deixa de dar atenção para as coisas simples da vida que estão ao nosso lado para viver as coisas complicadas de relacionamentos internéticos, a idéia de um calor humano, de uma mão amiga e de uma risada compartilhada pode ser a chave pra nos lembrarmos de novo das amizades verdadeiras que deixamos de lado. Ou ainda, quem sabe essa amizade que você pagou no primeiro contato, não se torna uma daquelas inquebráveis e eternas. Eu prerifo arriscar, afinal, amizade não tem mesmo manual, muito menos hora e lugar pra acontecer, lembra?

*Post para o site do TDB: O amigos de aluguel é uma boa ou amizade não se compra de jeito nenhum?