Pages

terça-feira, 5 de maio de 2009

Tédio :~

Nada é mais grosseiramente chato do que o tédio. Ele mesmo, aquele velho senhor de barbas branquíssimas como algodão, todo encurvado pela idade e cheio de rugas que o tempo lhe deu. Sabe tipo um antogonista do Papai noel? Bem isso! Esse velhinho mau criado vem sem pedir licença e sem ter hora marcada e vai entrando nas nossas vidas a qualquer minuto do dia. Ele é tão irritante, que vai sugando nossas energias a um ponto de nos fadigar por completo. O pior é que ele nunca vem sozinho. Traz sempre a sua esposa: Dona Preguiça! Essa então nem vou tecer comentários. Entrona e estúpida, já chega arrebatando a boa-vontade, o entusiasmo e animação. Vai dando um soninho, uma vontadinha de ficar jogado no sofá sem fazer nada. E se a gente deixa, pronto, tomaram conta do nosso corpo, da nossa mente e dos nossos pensamentos. Ai já era, demoram para ir embora e só vão depois que você luta muito para se livrar daquela famosa sensação do "que saco, nada para fazer, vou dormir!". E ai você já perdeu metade do dia. E ai você já acumulou mil coisas para fazer. E ai você já desistiu de viver.

Um comentário:

Lorena. disse...

A verdade é que, às vezes, a preguiça é uma delícia! UASHAUSHAUHS
Nada mais aconchegante e acolhedor que tua cama quentinha, comendo brigadeiro de panela e assistindo a uns bons filmes. ;P

Obrigada pelo comentário, gracinha! Volte sempre. Vou linká-la, ok?
Seus textos estão excelentíssimos! Grande jornalista! Também pretendo seguir essa carreira daqui à uns 6 anos. (tempo de terminar o ensino médio e concluir a faculdade) haha
Já exerce a profissão?

Beijos e amores.